Anauê – Mostra de Cinema Indígena é mais uma atração da La Kasita

 

Como em todos anos, a La Kasita reserva um espaço para o audiovisual. Desta vez a temática escolhida foi a indigenista, com a Anauê – Mostra de Cinema Indígena.

Contando com obras sobre mais de dez etnias diferentes do Brasil, tanto documentários, quanto ficções, a Anauê aconteceu durante todos os dias do Festival de Inverno de Garanhuns, na terceira sala de exposições da La Kasita deste ano.

As sessões foram inteiramente gratuitas, com cerca de 1h30 de duração, onde foram exibidos filmes de curta, média e, em alguns dias, longa-metragem. As vagas foram limitadíssimas por conta das dimensões do espaço e preenchidas por ordem de chegada.

O horário foi especialmente pensado para que os visitantes possam aproveitar o horário de almoço na própria La Kasita e acompanhar os filmes com as mais diversas invenções gastronômicas no chef Claudio Kovacic, que conduziu os eventos de gastronomia da La Kasita na sala ao lado.

A Anauê – Mostra de Cinema Indígena foi não competitiva e voltada para a área educativa.  Foi uma realização da Panorama Cultural, Trombeta Comunicação e do Restaurante Kovacic. O evento contou com apoios de extrema relevância de muitas entidades que trabalham há anos com o audiovisual indígena e cederam gentilmente parte de seus acervos. São eles: Vídeo nas Aldeias, Cine Kurumin, Ponto de Cultura Fulni-ô e Coletivo de Cinema Fulni-ô.

O cartaz oficial da Mostra encontra-se a seguir.

cartaz_mostra_anaue_kasita_impressao