Alvorada de Gurguéia

Por Fred França
Foto: Luiz Netto

Alvorada de Gurgueia é mais um jovem município piauiense a integrar o Parque Nacional da Serra das Confusões. De todas as cidades que integram a unidade de conservação, Alvorada é a que detém a menor área protegida, apenas 0,64%, mas dada as dimensões homéricas da Serra das Confusões, este percentual representa ainda um pouco mais de 5 mil hectares.

A ascensão do município foi “meteórica”. Nascido com o nome de Povoado DNOCS em 1978, em menos de 15 anos já era um município independente, desmembrando-se da cidade de Cristino Castro, outra que integra o Parque. Mesmo com a emancipação em janeiro de 1994, sua primeira eleição só viria a acontecer em outubro de 1996.

12108774_10205292015482224_2934286453589034810_n

O Parque Nacional da Serra das Confusões é o maior da caatinga.

A origem do nome do município está relacionada à viagem de um de seus moradores à região de Brasília, onde conheceu a cidade de Alvorada do Norte, copiando então nome para a cidade em que morava.

Alvorada de Gurgueia atualmente possui pouco mais de cinco mil habitantes e segue dedicada à sua vocação agrícola, com mais de 10 mil cabeças de gado espalhadas pelo seu território. O Índice de Desenvolvimento Humano registrado em 2010 era de 0,578 e seu PIB per capita registrado em 2014 foi de R$10.489,24, relativamente alto para região.

* O Parque Nacional da Serra das Confusões estará no livro fotográfico Expedição Piauí – O Sol do Equador. Mais informações sobre a Coleção EcoExpedições no menu esquerdo do portal da Panorama Cultural ou no site www.colecaoecoexpedicoes.com.br. Os extras publicados no portal trazem informações e curiosidades das áreas visitadas ao longo do projeto.