APA Aldeia-Beberibe

Por Augusto Cataldi
Foto: Débora Crispim

Criada no ano de 2010, a APA Aldeia-Beberibe* nasce com os objetivos da proteção e da manutenção das espécies nativas da Mata Atlântica na Região Metropolitana do Recife e dos mananciais, além da promoção do desenvolvimento sustentável e qualidade de vida da população local. 

Com mais de 31 mil hectares de área – equivalente a mais de 29 mil campos de futebol, a APA, além de inserida na área de proteção de Mananciais da RMR, engloba duas Unidades de Conservação de Proteção Integral: a Estação Ecológica de Caetés**, na cidade do Paulista, e o Parque Estadual de Dois Irmãos, no Recife, servindo de área de amortecimento para estas.

Além das unidades de conservação, fazem parte da APA os Refúgios de Vida Silvestre Mata de Miritiba, inserida na área do Campo de Instrução Marechal Newton Cavalcante (CIMNC) situada em Abreu e Lima, Mata da Usina São José, em Igarassu, e a Mata de Quizanga, em São Lourenço da Mata. Outros municípios que também compõem a área de preservação são Camaragibe, Araçoiaba e Paudalho, único que não integra a Região Metropolitana do Recife.

A região onde se encontra a área de preservação engloba 20% da Mata Atlântica remanescente no estado. Ainda existem importantes cursos d’água que constituem áreas de proteção dos mananciais do interessa da RMR. Esses recursos hídricos da APA são responsáveis por aproximadamente 60% do abastecimento da região.

DSC_0189

Trecho da APA Aldeia-Beberibe. Por ser uma área de uso sustentável, é possível construir edificações em seu interior.

Fauna e Flora

Na área foi catalogado um total de 642 espécies de plantas superiores – todas angiospermas – , 135 delas consideradas endêmicas para o Brasil e 8 delas com algum grau de ameaça na sua conservação.

A fauna é bastante ampla. Cerca de 295 espécies de aves já foram registradas, correspondendo a 64,8% de toda a diversidade de animais vertebrados da APA. Também são encontrados mamíferos de maior porte (de peso superior a 1kg) como a capivara, quati, bichos-preguiça, tamanduás-mirins e jaguatiricas. Ainda foram encontrados 25 espécies diferentes de morcegos, 52 espécies de répteis e 38 de invertebrados.

* Por ser uma APA estadual, Aldeia-Beberibe não está no livro Expedição Pernambuco – O Leão do Norte, mas algumas fotos da unidade podem ser encontradas no EXTRA com a galeria desta unidade de conservação, em fotos da convidada Débora Crispim (clique AQUI para acessar).

** A  Estação Ecológica de Caetés está no livro fotográfico Expedição Pernambuco – O Leão do Norte. Mais informações sobre a Coleção EcoExpedições no menu esquerdo do portal da Panorama Cultural ou no site www.colecaoecoexpedicoes.com.br. Os extras publicados no portal trazem informações e curiosidades das áreas visitadas ao longo do projeto.