Corredor Ecológico Jalapão/Chapada das Mangabeiras

Por Fred França
Fotos: Bart van Dorp e Chico Rasta

O grande Corredor Ecológico Jalapão/Chapada das Mangabeiras foi criado ainda pelo Ibama em 2002. À época, o ICMBio, atual gestor da área, ainda não existia.

O intuito visava conectar cinco unidades de conservação do cerado brasileiro: o Parque Nacional das Nascentes do Rio Parnaíba* (PI/MA/TO/BA), a Estação Ecológica Serra Geral (TO/BA) o Parque Estadual do Jalapão, além das APA’s da Serra da Tabatinga e do Jalapão, três unidades do Tocantins.

A área alvo do corredor foi definida por uma área de 10km a partir dos limites de cada uma das unidades envolvidas, contemplando uma área total de 31 mil quilômetros quadrados.

parque nacional do jalapão, Tocantins, Brasil

O Parque Estadual do Jalapão é uma das unidades que integram o Corredor Ecológico Jalapão/Chapada das Mangabeiras.

_RAS7981

O Parque Nacional das Nascentes do Rio Parnaíba também faz parte do corredor.

O corredor abrange dezessete municípios, sendo 11 no Tocantins, 4 no Piauí, Alto Parnaíba no Maranhão e Formosa do Rio Preto na Bahia. A estimativa é que cerca de 20 mil pessoas vivam na zona de influência do corredor, sete mil delas dentro do próprio corredor, especialmente nas APA’s, por serem áreas de uso sustentável. A área é uma das menores densidades demográficas do Brasil. Cerca de 0,6 habitantes por quilômetro quadrado, números similares a Amazônia.

A formação do corredor foi fundamental para pensar soluções conjuntas para as unidades de conservação envolvidas, que sofrem pressões similares, especialmente pelo aumento da produção de soja na região do Matopiba.

Pesquisas recentes apontam para os riscos de desertificação futura da região, caso os recursos naturais sejam manejados de forma inadequada. O corredor inclusive se localiza próxima a maior área de desertificação do país, nos arredores de Gilbués, sudoeste do Piauí.

A pecuária ainda é bastante ostensiva na região do corredor, com mais de 800 mil animais registrados no último recenseamento, mais da metade deles correspondente a unidades bovinas. Na agricultura, a região registra muitas produções comerciais, especialmente soja, milho, sorgo e algodão.

* O Parque Nacional das Nascentes do Rio Parnaíba estará no livro fotográfico Expedição Piauí – O Sol do Equador. Mais informações sobre a Coleção EcoExpedições no menu esquerdo do portal da Panorama Cultural ou no site www.colecaoecoexpedicoes.com.br. Os extras publicados no portal trazem informações e curiosidades das áreas visitadas ao longo do projeto.