Corpo e paisagem se encontram nesta exposição

Sem fronteiras entre o real e o imaginário, duas imagens se liquefazem no espaço corpo-paisagem. São duas dimensões do sentido paisagem que pulsam seguramente nesta união, compondo a mostra Diáfano, da fotógrafa Mitsy Queiroz.

Compreende-se a paisagem que figura a nudez e sua manifestação livre, que se exibe tão legítima quanto à paisagem que surge entre as rochas de uma montanha.

Nesta efusão de contornos e texturas sugere-se uma reordenação dos fatos, sobrepondo fatias distintas do mundo tal como conhecemos, ludibriando-as em uma nova lógica, uma lógica que demite fronteiras revelando a nudez do corpo-paisagem, tão nu quanto raízes aparentes.

Diáfano foi uma realização do Pequeno Encontro de Fotografia 2014, que aconteceu no Sítio Histórico de Olinda, aconteceu no piso superior da Estação 4 Cantos e contou com produção e apoio da Panorama Cultural.

1526268_1402886689977883_1432945099_n

 Foto da exposição Diáfano, da fotógrafa Mitsy Queiroz.