A Cidade de Maracay

Por Mitsy Queiroz
Foto: Luiz Netto

A cidade de Maracay é a capital do estado Arágua, na área central costeira da Venezuela, localizada no pé da serra que delimita o Parque Nacional Henri Pittier*, um paraíso das aves. Fundada por espanhóis no século XVI, em seu início era uma mera província da capital Caracas, mas o desenvolvimento de sua região a tornou independente e posteriormente capital de estado.

A partir da metade do século XX, a cidade passou por uma considerável revolução industrial, paralela a um processo de imigração de europeus e asiáticos, o que mudou radicalmente a paisagem urbana da região. Apesar deste crescimento, o Parque Henri Pittier se manteve preservado e recebendo cada vez mais turistas para suas montanhas e praias. O desenvolvimento industrial trouxe também várias universidades de qualidade.

Atualmente a vocação industrial e comercial ainda é o carro chefe do município que mantém uma sólida indústria têxtil, química e de alimentos. Só na área urbana de Maracay a estimativa é de uma população de cerca 500 mil pessoas, com sua região metropolitana chegando à marca de um milhão de moradores. Apesar da alta densidade populacional do centro urbano, a cidade apresenta um vistoso verde nos seus arredores, além de uma grande quantidade de praças e parques. Destaque para a grandiosa Cordilheira da Costa, que de certa forma divide a cidade de sua área verde mais preservada.

A cidade se localiza numa área costeira e apresenta clima tropical, com temperaturas elevadas praticamente todo o ano. Entre os principais atrativos turísticos de Maracay, destacam-se, além do Parque Nacional Henri Pittier: a Plaza Atanasio Girardot, a Catedral de Maracay, o Parque Zoológico Las Delícias, o Museu Aeronáutico de Maracay, o Museu de Arte Contemporânea Mario Abreu e o Teatro Ateneo.

 

* O Parque Nacional Henri Pittier estará no livro fotográfico Expedição Venezuela – La Tierra de Gracia. Mais informações sobre a Coleção EcoExpedições no menu esquerdo do portal da Panorama Cultural ou no site www.colecaoecoexpedicoes.com.brOs extras publicados no portal trazem informações e curiosidades das áreas visitadas ao longo do projeto.