Ciudad Bolivar

Por Mitsy Queiroz
Foto: Luiz Netto


Com vôos regulares em pequenos aviões para a Vila de Canaima, Ciudad Bolívar é a principal via de acesso para a sede do Parque Nacional Canaima* e para o Salto Angel, maior cachoeira do mundo.

Cidade ligada diretamente à história da independência da Venezuela, existe há quase 500 anos e hoje possui mais de meio milhão de habitantes. Nascida nas margens do Orinoco, aproveitou por se localizar na parte mais estreita do fluxo das águas para construir a primeira ponte a cruzar o gigantesco rio.

Por estas características, se tornou importante entreposto comercial e ponto de passagem terrestre obrigatório. Hoje Ciudad Bolívar ainda possui o maior porto fluvial do leste da Venezuela. Longe da costa, mas perto de uma grande fonte de água potável como o Orinoco, a cidade desenvolveu uma grande vocação agrícola, com destaque para as plantações de milho, mandioca e manga.

 

Área rural de Ciudad Bolivar.


Visitando Ciudad Bolívar não se deve deixar de conhecer o Museu de Arte Moderna, o belo edifício da câmara municipal, a catedral, o Mercado Público, o Forte o Vulture, a Ponte Angostura, o Jardim Botânico, além de toda a costa ao longo do Orinoco e principalmente o Centro Histórico, seu principal cartão postal.

 


* O Parque Nacional Canaima estará no livro fotográfico Expedição Venezuela – La Tierra de Gracia. Mais informações sobre a Coleção EcoExpedições no menu esquerdo do portal da Panorama Cultural ou no site www.colecaoecoexpedicoes.com.br. Os extras publicados no portal trazem informações e curiosidades das áreas visitadas ao longo do projeto.