Puerto La Cruz

Por Jaque Pinheiro
Foto: Luiz Netto

Foi em 1944 que Puerto La Cruz, município com áreas no Parque Nacional Mochima*, declarou-se independente administrativa e economicamente. Com ares de cidade cosmopolita – tanto por receber turistas do mundo inteiro, quanto por sua intensa atividade portuária desde o seu nascimento. Puerto La Cruz localiza-se no estado de Anzoátegui e  em conjunto com as cidades de Barcelona, capital do estado, e Guanta, forma a maior região metropoitana do nordeste venezuelano.

Detém em seu território a refinaria de petróleo mais importante da Venezuela – país que possui as maiores reservas de hidrocarbonetos do mundo. Através da sua zona portuária é escoada boa parte da produção petrolífera bolivariana, que chega a ser de 484.000 Barris de petróleo por dia.

Uma das atividades de fundamental importância para a cidade é o turismo.  É a porta de entrada para o balneário do Parque Nacional de Mochima, formado por um grupo de ilhas, baías, recifes, morros e montanhas.

Outro lugar que figura entre os destinos turísticos mais procurados na região de Puerto, está la Isla de Plata, que serviu de refúgio para tripulações de navios piratas, possui uma pequena e paradisíaca praia de águas cristalinas e cor de esmeralda. Conoma é outra das praias bastante procuradas, com suas grandes palmeiras, águas claras e ondas altas. Possui excelente infra-estrutura – restaurantes, diques, postos policiais e estacionamentos.

De Puerto La Cruz também partem balsas para a famosa Ilha Margarita, um dos principais destinos da Venezuela.

Ilha Margarita, com partidas diárias a partir de Puerto La Cruz.

 


*O Parque Nacional Mochima estará no livro fotográfico Expedição Venezuela – La Tierra de Gracia. Mais informações sobre a Coleção EcoExpedições no menu esquerdo do portal da Panorama Cultural ou no site www.colecaoecoexpedicoes.com.br. Os extras publicados no portal trazem informações e curiosidades das áreas visitadas ao longo do projeto.