Jurema

Por Fred França
Foto: Luiz Netto

Jurema é mais um município a compor o Parque Nacional da Serra das Confusões* com cerca de 4,58% da área do parque dentro de seu território, o que corresponde a quase 37 mil hectares.

Assim como outros municípios da região da Serra das Confusões, a cidade foi habitada primeiramente pelos índios Tapuios. Os primeiros colonizadores brancos começaram a chegar durante o período imperial, com destaque para José Valério Paes Ribeiro que desembarcou na região do município em na primeira metade do século XIX com o intuito de intensificar a pecuária na região.

A região foi originalmente batizada pelo nome de Lagoa do Bonsucesso. A tradição popular aponta que o comerciante Berto Lameu capturara uma índia de nome Jurema cuja beleza encantara os coronéis locais. A índia viria a falecer ainda jovem e em sua homenagem o local passou a chamar-se Vila de Jurema.

12108774_10205292015482224_2934286453589034810_n-768x512

Jurema integra o gigante Parque Nacional da Serra das Confusões. 

A emancipação do município é recente, promulgada em lei de 1994, mas com o Distrito Sede só instalado em 1997, englobando áreas outrora pertencentes a Anísio de Abreu e Caracol, outras duas cidades que integram o Parque Nacional da Serra das Confusões.

Atualmente a cidade tem uma população estimada em 4683 habitantes (dados de 2017). Seu Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) de 2010 é de apenas 0,555, baixo para os padrões internacionais, assim como todas as cidades que compõe o sul do Piauí.

A renda per capita registrada em 2014 foi de pouco menos de R$6.000,00 pouco se aproveitando do turismo que o Parque Nacional da Serra das Confusões proporciona. Em resumo, os maiores vetores da economia municipal estão no setor de serviços e na agropecuária com destaque para a avicultura com cerca de 8000 cabeças, seguidos por bovinos, caprinos e ovinos que juntos correspondem a mais 8000 cabeças. Na agricultura, o foco está na lavoura temporária, como é praxe no sertão brasileiro, especialmente o feijão e milho que, juntos, correspondem a 4000 hectares produzidos no território de Jurema.

* O Parque Nacional da Serra das Confusões estará no livro fotográfico Expedição Piauí – O Sol do Equador. Mais informações sobre a Coleção EcoExpedições no menu esquerdo do portal da Panorama Cultural ou no site www.colecaoecoexpedicoes.com.br. Os extras publicados no portal trazem informações e curiosidades das áreas visitadas ao longo do projeto.