Outras ilhas de Los Roques (PARTE 1)

Por Millene Vieira
Foto: Luiz Netto

 

IMG_0109


Além da Gran Roque e de Dos Mosquises, duas das principais ilhas de Los Roques, o Parque Nacional* congrega dezenas de outras ilhas e ilhotas das mais diversas características. A seguir, informações sobre algumas delas, que estarão nas páginas do livro Expedição Venezuela – La Tierra de Gracia.

Bequeve

Pequena e distante ilha, pouco frequentada em virtude do isolamento. Apesar da faixa estreita de terra, possui algumas árvores de porte médio. Intocada e paradisíaca, vê os turistas preferirem atracar na vizinha Cayo de Água, a mais procurada deste lado do Arquipélago. 

Boca de Cote

Apesar da praia em si não ser muito interessante, dentro d’água a coisa muda de figura. É um dos melhores lugares para mergulho em todo o Arquipélago e não é preciso equipamento autônomo. Com snorkel e um bom pulmão é possível ver muito da fauna marinha venezuelana.

Carenero, Lanqui e Cayo Remanso

As três ilhas formam um belo conjunto localizado a uma hora da Gran Roque. A região possui um mangue de destaque com algumas casas de pescadores que servem de apoio pra quem as visita. A barreira de coral na parte norte é um das mais belas de Los Roques.

Cayo de Água

A distante Ilha é uma das mais preservadas do Arquipélago e consequentemente uma das mais admiradas pelos turistas, apesar da distância de uma hora e trinta minutos de barco afastar um pouco os visitantes, o que não deixa de ser positivo do ponto de vista de preservação do local.

A ilha é longilínea, na verdade se assemelha a um atol, com águas um pouco distintas de cada lado. É um ótimo local para snorkel ou simplesmente ver o tempo passar numa praia deserta.

Recebeu esse nome por ser possível encontrar água doce numa lagoa no interior das árvores ali existentes, mesmo se tratando de uma fina faixa de areia.

Cayo Muerto

Isolada ilhota de areias brancas, águas claras e relativamente pouco frequentada. Em poucos minutos é possível contornar toda sua extensão a pé

Cayo Pirata

É um dos principais pontos de pesca da região, principalmente a pesca da lagosta. Há uma pequena faixa de terra que a conecta à vizinha, Madrisqui.

 

* O Parque Nacional Archipiélago Los Roques estará no livro fotográfico Expedição Venezuela – La Tierra de Gracia. Mais informações sobre a Coleção EcoExpedições no menu esquerdo do portal da Panorama Cultural ou no site www.colecaoecoexpedicoes.com.br. Os extras publicados no portal trazem informações e curiosidades das áreas visitadas ao longo do projeto.