Padre Marcos

Por Fred França
Fotos: Chico Rasta e Luiz Netto

A fronteira entre o poder político e o religioso nunca foi novidade em muitos lugares do mundo. No Nordeste brasileiro até o início do século XX, isto ainda era muito claro à luz da história, sendo o Padre Cícero Romão Batista, que chegou a ser a maior liderança política do Ceará na década de 20, o maior expoente deste processo, reverenciado como santo em muitas cidades e povoados até os dias de hoje. Outras figuras, como o Padre José Kehrle, figura icônica na história do cangaço, também merecem destaque.

O sudeste do Piauí, nos idos do fim século XIX, da região de Oeiras, um dos mais antigos municípios do centro-sul do estado, até o Araripe, a figura religiosa e política de maior destaque era, sem dúvidas, o Padre Marcos de Araújo Costa, ordenado em Portugal, país de seu pai, e que se tornaria influente em todas as grandes famílias desta região do Piauí.

Padre Marcos findaria por ter relevância singular na ocupação e desenvolvimento de pequenos povoados que viriam a se tornar cidades no século XX, tais como Francisco Macedo, Alegrete do Piauí e, claro, o município que hoje leva seu nome, a cidade de Padre Marcos, o qual o próprio Padre foi um dos primeiros moradores, ainda na primeira metade do século XIX, quando a região pertencia ao município de Jaicós. Era a Fazenda Boa Esperança que logo se viu enchida de colonos e no início do século XX já havia sido elevada à condição de povoado e a município independente em 1964.

O município hoje possui 7000 habitantes e o Índice de Desenvolvimento Humano Municipal é de 0,541 (dados de 2010). A produção avícola é a principal de todo agronegócio local, seguido pelos bovinos e ovinos. Na agricultura as lavouras mais comuns são as de milho e feijão.

A partir da década de 90, Padre Marcos viu muitos de seus distritos se tornarem independentes, dando origem a pequenas cidades como Francisco Macedo e Marcolândia, já na divisa com Pernambuco. Todos estes, municípios que também integram a APA da Chapada do Araripe*.

PI_APAChapadaDoAraripe-199

Município de Francisco Macedo, que até o início da década de 90 ainda pertencia a Padre Marcos.

12969388_10153666754994926_1788157630_n

O planalto da Chapada do Araripe, na altura de cidades como Marcolândia e Padre Marcos, vem recebendo nos últimos anos dezenas de aerogeradores.

Tal qual Marcolândia, Padre Marcos também está logrando o êxito da implantação do grande parque eólico no planalto da Chapada do Araripe, o maior investimento da história da região e que transformou o Piauí em estado exportador de energia de elétrica, gerando emprego e renda para diversos segmentos econômicos da cidade.

*A APA Chapada do Araripe estará no livro fotográfico Expedição Piauí –O Sol do Equador. Mais informações sobre a Coleção EcoExpedições no menu esquerdo do portal da Panorama Cultural ou no site www.colecaoecoexpedicoes.com.br. Os extras publicados no portal trazem informações e curiosidades das áreas visitadas ao longo do projeto.