O Povoado da Taboca

Por Fred França
Fotos: Luiz Netto

O Povoado da Taboca foi mais um dos lugarejos da APA Chapada do Araripe* imortalizado nas letras de Luiz Gonzaga. Localizado na zona rural de Exu, a localidade foi colonizada por portugueses no século XVIII, numa região habitada anteriormente por indígenas.

À época da colonização, destacou-se a figura do negro João Bueno, trazido pelos brancos em virtude de dominar o idioma indígena, o que facilitou o processo de ocupação.IMG_4544

A tradicional família Alencar, de destaque em toda a história de Exu, também teve participação relevante na colonização da Taboca através do senhor de engenho Inácio Alencar, que impulsionou a insipiente economia do Povoado que se erguia.

Um dos destaques do local é a Igreja de São Sebastião, construída em 1912. Nesta década, a Taboca foi afligida por uma violenta epidemia de peste bubônica que dizimou 80% de sua população. Teresa Rufino, antiga moradora, fez a promessa de erguer a igreja caso a comunidade fosse agraciada pelo fim da peste. Teresa inclusive não se limitou à fé, trouxe especialistas do Ministério da Saúde, num período em que os deslocamentos para esta área do Sertão ainda eram extremamente complexos e recheado de cangaceiros pelas poucas vias de acesso. A comoção pelo fim da peste fez com que toda a população auxiliasse a construir a igreja.

 

IMG_0244

Igreja de São Sebastião, erguida pela população da Taboca em virtude do fim da epidemia de peste bubônica.

Luiz Gonzaga, com várias músicas que remetem à Taboca, começou a tocar acompanhando o pai em vários forrós, inclusive neste Povoado. Já famoso, Gonzagão adquiriu uma propriedade na região chamada de “Recanto do Rei”, fazenda que usava para descansar após a maratona de shows pelo Sudeste. O sonho de Luiz Gonzaga, já na década de 80, quando diminuía o ritmo dos shows, era a construção de uma fábrica de feijão em conserva dentro da propriedade, algo que não foi adiante em virtude do estado avançado de sua doença.

 

*A APA Chapada do Araripe está no livro fotográfico Expedição Pernambuco – O Leão do Norte. Mais informações sobre a Coleção EcoExpedições no menu esquerdo do portal da Panorama Cultural ou no site www.colecaoecoexpedicoes.com.br. Os extras publicados no portal trazem informações e curiosidades das áreas visitadas ao longo do projeto.