Reservas da Biosfera

Por Augusto Cataldi
Foto: Luiz Netto
 
A UNESCO, em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA) e a União Internacional para a Conservação da Natureza (UICN), reconhecem, através do programa “O Homem e a Biosfera” (MaB – Man and Biosphere) a Rede Mundial de Reservas da Biosfera – constituída por áreas de ecossistemas terrestres ou costeiros em todo o globo. 
 
O programa busca integrar, nas faixas abrangidas pelas reservas, as necessidades de conservação da natureza ao uso dos recursos naturais pelas comunidades locais. Hoje existem 564 reservas da biosfera, distribuídas em 109 países. O Brasil possui sete delas.
 
12074844_10205249260013364_5937421726862575732_n
A caatinga, bioma exclusivo do Brasil, é uma das Reservas da Biosfera criadas. Neste trecho, o Vale do Catimbau, em Pernambuco.
 
Em 2001, a Reserva da Biosfera da Caatinga foi aprovada, juntamente com a Reserva da Amazônia Central. Ela está inserida em uma região semi-árida no nordeste do país e possibilita a interação entre outras duas reservas (do Cerrado e da Mata Atlântica). Dez estados fazem parte dela (todos do Nordeste e Minas Gerais), abrangendo uma área de quase 200 mil km². Os objetivos da reserva são a conservação da biodiversidade regional, o combate à desertificação, a promoção de atividades sustentáveis e o estudo e a propagação de informações sobre os ecossistemas ali existentes. 
 
Em Pernambuco compõem a Reserva da Biosfera da Caatinga o Parque Nacional do Catimbau* e a Reserva Biológica de Serra Negra*, ambas no sertão do estado e donas de muitas das áreas mais preservadas da caatinga pernambucana.
 * O Parque Nacional do Catimbau e a Reserva Biológica de Serra Negra estão no livro fotográfico Expedição Pernambuco – O Leão do Norte. Mais informações sobre a Coleção EcoExpedições no menu esquerdo do portal da Panorama Cultural ou no site www.colecaoecoexpedicoes.com.br. Os extras publicados no portal trazem informações e curiosidades das áreas visitadas ao longo do projeto.