Retirada de los Seiscientos

Texto: Karina Morais
Foto: Luiz Netto

 

Captura de Tela 2015-02-10 às 10.48.02

 

O caminho antigo, conhecido hoje como “Retirada de los seiscientos” liga Choroni e Puerto Colombia à cidade de Maracay. É uma rota histórica utilizada pelo libertador Simon Bolivar em 1814, donde vem o nome pelo qual os guias turísticos chamam a rota atualmente, ao longo da área pertencente ao Parque Nacional Henri Pittier*

A oficialização da região como uma área de proteção ambiental, garantiu não apenas a preservação da gigante biodiversidade da floresta úmida venezuelana, como também de toda a história das batalhas pela libertação da Venezuela.

O caminho, muito árduo e montanhoso, de difícil transposição, foi utilizado pela tropa libertadora visando não ser visto pelas tropas espanholas. Na ocasião, Bolívar se reuniu com o General Gregor McGregor e com o General Carlos Soublette, que mais tarde seria presidente da Venezuela, em importante episódio da luta pela independência.

Os rebeldes desembarcaram na costa onde hoje é o Henri Pittier e seguiram até Maracay onde foram violentamente reprimidos por Francisco Tomás Morales, os empurrado de volta para praia e para fugir do cerco, optaram por esta rota montanhosa e espinhenta, evitando o combate sempre que possível.

Neste trajeto se incorporaram à rota, Pedro Zaraza e José Tadeo Monagas, cujo sobrenome “Monagas” mais tarde batizaria a um estado venezuelano.

A partir desta união surgem vitórias emblemáticas dos libertadores contra o Coronel Nepobuceno Quero, em Onoto, e logo em seguida a histórica vitória na Batalha de los Alacranes.

 

* O Parque Nacional Henri Pittier estará no livro fotográfico Expedição Venezuela – La Tierra de Gracia. Mais informações sobre a Coleção EcoExpedições no menu esquerdo do portal da Panorama Cultural ou no site www.colecaoecoexpedicoes.com.br. Os extras publicados no portal trazem informações e curiosidades das áreas visitadas ao longo do projeto.