São Caetano

Por Roseanny Carvalho
Foto: Bart van Dorp

O município de São Caetano está localizado a uma distância de 25 quilômetros de Caruaru e de 148 quilômetros do Recife, capital pernambucana. Limita-se ao sul com Altinho, a leste com Caruaru, ao norte com Brejo da Madre de Deus, e ao oeste com Tacaimbó, compondo com as duas últimas, a área do Monumento Natural Pedra do Cachorro*.

A altitude média é de 552 metros acima do nível do mar. Tem cerca de 37.000 habitantes e uma área territorial de 372,4 quilômetros quadrados.

A ocupação da região teve início em 1838 com chegada de José Pedro de Pontes, que edificou ali uma capela em homenagem a São Caetano de Thiene. A capela passou a receber visitantes de todas as partes. Muitos deles optaram por ficar no local e se estabelecer ao redor da capela, formando ali um povoado. Em 1844, devido ao seu rápido desenvolvimento, o povoado foi elevado à categoria de freguesia.

mn_pc

São Caetano divide com Tacaimbó e com Brejo da Madre de Deus a área do Monumento Natural Pedra do Cachorro.

É no município que e encontra o segundo maior museu que retrata a  história do sertão brasileiro. O museu reúne um amplo e rico material sobre a história, a cultura e a vida dos sertanejos, incluindo o ilustre Zumbi dos Palmares, o poeta José Marcolino, Padre Cícero e Lampião. 

A referência religiosa é o Cruzeiro de Padre Cícero e Frei Damião, que fica a 5 quilômetros do centro do município. A principal manifestação religiosa acontece na Semana Santa, onde é celebrado à Via Sacra e de onde sai a procissão com a imagem do Cristo morto, que arrasta uma multidão de fiéis pelas ruas do município.

A cidade possui ótimo acesso a partir da capital, todo realizado por rodovia duplicada, e dada sua proximidade com Caruaru, a maior cidade da região, termina aproveitando-se da infraestrutura desta, com muitos de seus moradores, trabalhando ou estudando na cidade vizinha.

* O Monumento Natural Pedra do Cachorro está no livro fotográfico Expedição Pernambuco – O Leão do Norte. Mais informações sobre a Coleção EcoExpedições no menu esquerdo do portal da Panorama Cultural ou no site www.colecaoecoexpedicoes.com.br. Os extras publicados no portal trazem informações e curiosidades das áreas visitadas ao longo do projeto.