Ihiato será exibido na mostra de artes Aldeia Yapoatan

postado em Panorama Filmes

aldeiayapoatan

Ihiato – Narrativas dos Anciãos Fulni-ô, filme de Elvis Ferreira com produção da Panorama Cultural, será uma das atrações da IV Mostra de Artes Aldeia Yapoatan, a acontecer em diversos polos da cidade de Jaboatão dos Guararapes, Pernambuco. O filme será exibido no Polo Cinema, na Faculdade Guararapes, no dia 21 de setembro.

Esta é a quarta edição da Aldeia Yapoatan, evento que valoriza a ancestralidade. Durante dez dias, o Sesc Piedade, organizador do evento, oferece à população dezenas de apresentações de teatro, dança, música, entre outras linguagens artísticas em 12 polos de atuação.

A iniciativa integra a 20ª edição do Palco Giratório, maior projeto de circulação de artes cênicas do País que, em Pernambuco, começou no dia 4 de abril, seguindo até novembro, com apresentações locais e de sete estados: Rio de Janeiro, Bahia, Ceará, São Paulo, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e Rio Grande do Sul, além do Distrito Federal.

“Neste ano, a Aldeia Yapoatan vai se estruturar sobre a temática da ancestralidade, observando seus desdobramentos em contextos contemporâneos e cosmopolitas”, detalha Rudimar Constâncio, gerente do Sesc Piedade. A expectativa é de que cem mil pessoas participem das atividades da Aldeia, que tem caráter artístico e pedagógico, trazendo não só espetáculos, mas também cursos, oficinas, ações formativas, mesas de conversa, discussões e vivências.

O Teatro Sesc integrará, ainda, a programação com uma carreta-palco que tem o objetivo descentralizar apresentações culturais de música, teatro e dança com foco no desenvolvimento artístico local. Além disso, haverá o Seminário de Políticas Públicas de Jaboatão.

“A Aldeia busca ampliar o diálogo dos artistas locais e da população em geral com o artesanato, a gastronomia, a moda, a cultura das manifestações de tradição popular e todas as linguagens artísticas”, detalha a professora de Artes do Sesc Piedade, Ivana Motta, uma das responsáveis pelo projeto. A palavra Yapoatan tem origem indígena e significa árvore de tronco reto, que era muito usada para fabricar embarcações. Foi usada como o primeiro nome da cidade de Jaboatão.

A Aldeia tem apoio das prefeituras de Jaboatão dos Guararapes e do Recife, da Rede Globo Nordeste, Faculdade Guararapes, Sindicato dos Comerciários, do Teatro Barreto Júnior e do Colégio Divino Mestre.

Para maiores informações, consultar o site do evento clicando AQUI.